outubro 29, 2008

Duas ou três coisas que eu sei sobre mim

Inspirada no cineasta iraniano Abbas Kiarostami (finalmente me afasto da linha do diário de Bridget Jones 1). E também pensando na frase de Gadamer que “não conhecemos a nós mesmos”, minhas últimas experiências me comprovam isso relativamente a mim, evidentemente. Fiz uma listinha provisória (claro) de duas ou três coisas mais ou menos, que eu sei sobre mim:
Eu sou mesmo desmedida, devo adquirir um indicador de limites urgente;

Sou muito teimosa, já me dei mal por isso, e não aprendo;

Tenho dificuldades de aceitar o movimento próprio da vida, mas não de mudar;

E tem outra coisa, quando amo, dou minha alma toda, e no fim, preciso de alguns anos pra me recuperar e para deixar sair (apego?). Tudo é muito lento.
"ando com balde de água embaixo de cada olho, preciso ir bem devagar, senão derrama" Viviane Mosé

Um comentário:

Clara disse...

No final das contas me esqueço do que sei realmente, e não estou nem perto de sair da linha choramingueira de Bridget Jones... to me esforçando